Dois Corações - J. Marquesi

Livro: Dois Corações
Série: Recomeço #2
Autor (a): J. Marquesi
Páginas: 688
Independente



Cadu Fontenelles tem fama, dinheiro e mulheres, mas trocaria isso tudo por apenas uma coisa: a oportunidade de criar sua filha.
Depois de perder a mulher que amava, ele se vê totalmente perdido, afundando em drogas e álcool, sendo impedido de ficar com Amanda, que está sendo criada por seus ex-sogros. Decidido a mudar de vida para ter a menina, ele enfrentará uma enorme batalha contra o vício. Contudo, irá descobrir que o destino ainda guarda muitas surpresas para o seu coração.
Lara Martins mudou-se para São Paulo para estudar e acabou se tornando babá de Amanda Kaufmann, uma menina solitária e infeliz que perdeu a mãe ainda bebê e cujo pai é limitado a vê-la sob supervisão. Lara entende o que é uma infância triste, pois nasceu com um problema cardíaco que a restringiu de ser como as outras meninas e cresceu sob a superproteção de seus pais. Disposta a tudo para fazer sua pupila feliz, ela bola um plano para aproximar pai e filha e, no percurso, acaba se apaixonando por Cadu.
Ele, um homem quebrado, cheio de marcas do passado, que insiste em viver um eterno luto sentimental. Ela, querendo viver intensamente, aberta a sentir o amor pela primeira vez. A paixão entre os dois é intensa, mas Lara sabe que Cadu não pode amá-la, uma vez que continua ligado à falecida mãe de Amanda.
Há chance de dois corações tão sofridos serem finalmente felizes?

Se eu não estou engana esse é o sétimo livro da autora J. Marquesi que eu leio, então dá pra ver que gosto de seus livros. Ainda sim eu me surpreendo com a evolução na escrita da autora e isso se confirmou com o segundo livro da série Recomeço, o primeiro livro é o "Duas Vidas",  que foi resenhado aqui na Cabine. Apesar de ser uma série, Dois Corações vem com novos personagens, nova história e um novo recomeço.

Lara e Carlos Eduardo são os protagonistas dessa história. Ela é uma estudante de música que se esforça para provar que não é mais a garotinha frágil que viveu em um redoma e ele é um popstar de 26 anos, que luta para sair do alcoolismo e conseguir a guarda de sua filha. É com essa premissa que J. Maquesi vai desenrolar um linda história de amor, aceitação e superação.

Quem tem certeza no amor, Lara? Amar é isso, minha filha, é se jogar e esperar que alguém a ampare, é andar sem saber para onde ir, mas tendo a certeza de viver casa passo do caminho. Amor é isso.

Um vez que a sinopse traz um excelente resumo sobre a obra vou direto as minhas considerações sobre o livro, que apesar de simples se comparado ao livro anterior, que até hoje ocupa o lugar de melhor do ano, se mostrou emocionante com toda veracidade nos importantes assuntos abordados nele e o meu destaque  vai para o alcoolismo.
Considerado uma doença crônica, o consumo de álcool no Brasil está acima da média mundial e de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 3,3 milhões de pessoas morrem todos os anos em consequência de problemas com o alcoolismo. Então você vê a importância da autora ter abordado esse tema?!

Sei que vou me embebedar até perder a consciência  e não sentir a dor e o desespero por não a ter comigo.

Cadu, é um personagem sofrido, que como muitos, independente de sua situação financeira, encontra na bebida o momentâneo conforto para suas dores e isso foi tão trabalhado nesse livro que é impossível não se sensibilizar com a situação dele. Quando ele entende que precisa mudar isso para conseguir sua filha de volta o AA (Alcoólicos Anônimos) entra em cena, mostrando mais uma vez que a autora fez a lição de casa.

Em contra partida temos a família Kaufmann, que do alto do pedestal de dinheiro e tradição, mantém a pequena Amanda, sobre uma rigorosa disciplina. Nesse núcleo é tratado a adultização infantil, onde os valores e comportamentos do mundo adulto estão inseridos ao mundo da menina, que deveria ser infantil. A vida da garotinha é abarrotada de afazeres extra curriculares, sempre sob o jugo da avó, uma mulher amarga e extremamente insensível, completamente o oposto do seu marido.

Tremo ao ver minha menina, sentada em uma poltrona com as costas retas e as mãos cruzadas sobre o colo. Seus cabelos loiros estão penteados para trás, e uma tiara preta os mantém no lugar. Sua roupa é uma cópia da roupa de um adulto, saia social, meias, sapatilhas e uma blusa social com gola e botões. 

Lara carrega suas próprias cicatrizes, literalmente, e precisa aceitar essa cicatriz para seguir em frente e tentar ser feliz. As protagonistas criadas pela J. Marquesi são mulheres reais, fortes, sonhadoras e resilientes, prontas para se adaptar as intempéries e infortúnios da vida e aqui não podia ser diferente.
A protagonista de Dois Corações dá um show de carisma, longe das estereotipadas mocinhas de romance adulto que vemos por aí e vem pra fazer a diferença na vida de muitos personagens que aparecem nessa trama.

A graças da vida está em pequenas coisas a arrumar, a perseguir, a buscar. Se não a nada ser conquistado, qual é o sentido de aprendermos diariamente?

Outra característica da autora é trazer um plot twist divisor de águas e nesta série em particular eles tem sido de cair o queixo, comprovando o amadurecimento estrutural das narrativas dela. Confesso que algumas páginas antes eu fui juntando os pontos e desconfiando do que viria a seguir, ainda sim quando o momento de revelações chegou eu senti o impacto e fiquei sem ar. Para não soltar um mega spoiler eu não vou entrar no mérito dessas revelações, mas devo dizer que é outro tema muito importante, daqueles a ser tratado junto a nossa família.


Sem me esquecer, o valor da amizade tem muito destaque nessa trama, aquela amizade que todos nós adoraríamos ter. Exemplo disso é Luti, membro da Off-Road, a banda de Cadu. O cara misterioso está sempre pronto para socorrer e apoiar o amigo, até mesmo quando uma rusga surge entre eles o sentimento de dedicação se faz presente. O personagem daria um ótimo protagonista para um spin-off.

Já a relação entre Cadu e Lara é quente, carinhosa e muito bonita, mesmo que ela só tenha surgido com o intuito de trazer a filha de volta aos braços do pai. E é justamente quando os três estão juntos que o conto de fadas acontece. Todo problema com os avós da menina ficam de lado, as incertezas da relação são esquecidas e ambos se dedicam a fazer de Amanda uma criança feliz. É tão mágico o convívio dos três que me tirou suspiros e fez repensar sobre os momentos que passo ao lado do meu pequeno.

Como o livro anterior, esse também pode ser lido individualmente, uma vez que todos os conflitos são solucionados e não ficam pontas soltas ou mesmo ganchos para uma continuação. Tudo isso vem em um ritmo narrativo instigante e atraente, que se mantém durante todo o livro, cativando o leitor já nas primeiras páginas.

Narrativa ágil, personagens cativantes e cenas hot cheias de carinho, continuam sendo as marcas registradas da autora, que tem levado o romance adulto nacional a um novo patamar, com histórias emocionantes e repletas de reviravoltas. Dois Corações é um romance dramático e deliciosamente envolvente, daqueles que rende uma noite em claro para terminá-lo, que quando acaba deixa saudades e aquele característico sorriso no rosto e quentinho no coração.

Siga a autora nas redes sociais:


Lembrando que a autora vai estar na Bienal:

Estande da 3Dea
Dia: 04/08 e 05/08
Horas: 15:00/16:00

20 comentários:

  1. Camila você sempre balança meu coração com suas resenhas! SEMPRE! Eu fico aqui lendo, segurando o fôlego e com um baita sorriso no rosto! Obrigada por ter dado chance aos meus livros, obrigada por essa disposição em ler cada um deles e ainda dividir sua opinião tão sincera. Ficou lindíssima sua resenha, parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Tudo bem Camila? Não acompanho a série.
    Não vou mais dizer que não é bem meu estilo de leitura, pois tenho saído da minha zona de conforto, então.. tenho prestado atenção em gêneros e enredos assim.

    O livro me parece interessante no quesito construção de enredo e personagens. Costumo curtir essas leituras com escrita ágil e envolvente.
    Vou anotar a dica.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  3. Um livro nacional desses merece todo o destaque possível, é uma pena que nem todos saibam valorizar as nossas próprias riquezas!

    Os assuntos abordados são bem intensos e importantes, tenho certeza de que a autora conseguiu desenvolver histórias muito impactantes que nos levam, quanto leitores, a torcermos fielmente pelos personagens. Mal posso esperar para me entregar de corpo e alma a Dois Corações!

    Abraços! 😊

    ResponderExcluir
  4. Olá, Camila!
    Eu não conhecia essa série e nem a autora e gostei da premissa e de você comentar que a obra é bem estruturada e que a autora melhora a cada livro, acho tão ótimo quando isso acontece!
    Já tratei de abrir a resenha que você fez do primeiro volume para conhecer um pouco mais sobre essa série que a primeira vista me interessou e ainda, adorei a capa!

    Abraços,
    Andy - Blog StarBooks

    ResponderExcluir
  5. Melhor resenha da vida para esse livro! <3

    ResponderExcluir
  6. Oi Ca, tudo ben?
    Eu não acompanho a série e para ser sincera eu nem conhecia a autora e achei super legal o fato dela estar presente na bienal <3
    Já disse várias vezes aqui (sei que soa ate chato), mas não me interessei pelo enredo por não gostar do Gênero literário... Porém devo admitir que achei a capa linda *_*

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  7. Oi Camila tudo bem? Tenho acompanhado também as obras da Ju Marquesi, mas esse ainda não li, adoro a escrita dela é muito fluida quando vejo já estou no final. Adorei sua resenha parabéns, obrigado pela dica vou ler pois fiquei muito curiosa sobre o desenrolar da trama. Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Oi Camila! Essa história parece ser linda e eu adoraria conhece-la. É muito bacana quando a gente se identifica tanto com um autor a ponto de ler tantos de seus livros, gostaria muito de conhece-la também, imagino que vá me apaixonar sua escrita assim como você. Excelente resenha, meus parabéns!
    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Olá!! :)

    Eu nunca tinha ouvido falar deste livro, tenho de confessar. mas a tua resenha deixou-me algo curioso, mesmo que não seja grande apreciador de livros hot.

    Seja como for, é sempre bom quando temos acesso a uma narrativa assim tao ágil e também a personagens cativantes, especialmente num livro que preza tanto a amizade.

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem? Se não fosse você citando os assuntos abordados do livro, eu nunca daria uma chance a ele. Tô meio afastada de narrativas românticas, e essa parece uma mescla muito boa de vários gêneros que gosto, inclusive o drama. Com certeza gostaria de ler para saber como esses assuntos (especialmente a adultização) foram tratados. Acho ótimo que a autora trate de coisas que não estãoa li só para ser de passagem.

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Achei até interessante a premissa, e acho ótimo um problema tão grave como o alcoolismo ganhar espaço na narrativa.
    Os momentos de convivência entre os três devem ser muito lindos, mas ainda assim não fiquei com vontade de ler. Não curto cenas hot de jeito nenhum, então prefiro passar a dica.

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?

    Não conhecia essa autora e suas obras, e fiquei com muita vontade de ler. Gosto quando as histórias envolvem a realidade. Querendo ou não é uma forma da gente se conscientizar mais. E a história fica ainda melhor, quando a autora se dedica em fazer uma pesquisa bem feita. Não fica uma história meia-boca.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi Camila,
    Adorei a proposta desse livro, fiquei muito contente por ele trabalhar questões importantes como amizade e alcoolismo e vou anotar a dica, acho que vai ser uma leitura que vai me agradar, mesmo tendo cenas mais quentes que não me agradam.
    Adorei a resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Nossa, no inicio achei que se tratava de um livro todo fofinho, mas depois fui vendo que aborda assuntos interessantes e necessarios, como o alcoolismo. Achei muito boa a premissa. Uma pena que ela estará na Bienal em dias que não estarei.
    Bjos flooor

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Ahh eu sempre amo essas resenhas que você faz e por lê-las já até comprei os ebooks da autora, que parece mestre na arte de envolver com seus enredos e personagens.
    Agora estou me organizando e vou conseguir ter um pouco mais de tempo e com certeza vou embarcar nessas leituras.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  16. Gostei de saber que é um livro que pode ser lido individualmente, porque me interessei bastante pela premissa. Claro que vou ler o anterior depois, rs. Gostei dos temas tratados, a história me pareceu bastante envolvente, tem alguns clichês, mas eu simplesmente adoro! rs
    beijos

    ResponderExcluir
  17. Realmente, sétimo livro, você curte bastante o trabalho dela. O alcoolismo é um dos piores vícios para tratar, temática interessante e importante para trazer na obra e um agravante é que por ser uma droga lícita, as pessoas não entendem como vício ou droga, assim como refrigerante, cigarro, açúcar, etc. Gostei muito da ideia do livro e como não li nada da autora ainda, espero ter oportunidade.

    ResponderExcluir
  18. Não conhecia a autora, mas gostei do fato de a trama tocar em pontos sérios como o alcoolismo e parecer tratar de maneira correta, citando o AA, por exemplo. Vou ficar de olho nessa obra.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  19. Que resenha maravilhosa. Você conseguiu nos levar para dentro da história sem dar nenhum spoiler. Já quero ler o livro e saber mais sobre essas histórias tão bem contadas. Não conhecia a autora e nem a série. Parabéns pela resenha. Ótima dica de leitura.

    ResponderExcluir
  20. Não conhecia o livro e fiquei muito interessada nele já pela sinopse. Vou querer conhecer esta história de superação e de aproximação de pai e filha, e claro, do romance.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse! Este espaço é seu.