MENINA MÁ - William March

Livro: Menina Má
Autor (a): William March
Páginas: 272
Editora: DarkSide Books




Rhoda, a pequena malvada do título, é uma linda garotinha de 8 anos de idade. Mas quem vê a carinha de anjo, não suspeita do que ela é capaz. Seria ela a responsável pela morte de um coleguinha da escola? A indiferença da menina faz com que sua mãe, Christine, comece a investigar sobre crimes e psicopatas. Aos poucos, Christine consegue desvendar segredos terríveis sobre sua filha, e sobre o seu próprio passado também.



Se  tem um gênero que tem me agradado muito nos últimos tempos, sem dúvida é o thriller. Seja policial, dramático ou psicológico, é quase certo que vou ler e amar. Agora você junta isso a uma edição maravilhosa e linda de viver. Foi isso que encontrei nesse livro que venho resenhar agora.

Já devem ter visto por aqui que eu amo as edições da Darkside e quem não ama, não é mesmo?! Mas tenho pra mim que as vezes o capista é melhor que o escritor e a trama em si deixa a desejar, foi isso que aconteceu com O Demonologista. Como águas passadas não movem moinho eu fui em frente e me entreguei a Menina Má.



Como se dizia a minha vó: O ser humano nasce mau. E essa frase se torna uma pergunta base para esta obra. Durante todo o enredo me perguntei se uma menina de apenas oito anos, realmente seria capaz de tantas barbáries para conseguir o que almeja, pois se isso for fato, a pequena de covinhas angelicais é uma psicopata.

Rhoda Penmark é uma criança encantadora, mas extremamente manipuladora, o que não quer dizer que ela seja capaz de matar e William March, soube usar e abusar desse fator para mexer com meu psicológico. Em cada nova situação que a menina se via envolvida eu tinha certeza que Rhoda era culpada, mas no segundo seguinte duvidava que ela tivesse feito tamanha maldade.

Rhoda nunca foi desobediente, preguiçosa ou petulante, como algumas crianças são. Ela tem tantas qualidades. Só tem esse probleminha; essa peculiaridade de caráter.

A mãe da garotinha, Christine Penmark, se vê em meio a milhões de dúvidas em relação ao caráter dissimulado da filha e vai em busca de respostas, desvendando o próprio passado que pode explicar muita coisa da sua atual situação. Ela literalmente definha diante das incertezas em relação a filha e descobrir que esse problema pode ser hereditário só aumenta seu sentimento de culpa.

Mais tarde naquele verão, quando a sra. Penmark olhava para trás e se recordava, tomada por um desespero tão grande que sabia que nunca encontraria uma saída, sem ver solução para as circunstâncias que a atormentavam, lhe parecia que o 7 de junho, dia do piquenique da Escola Primária Fern, fora o dia em que sentiu felicidade pela última vez, pois, desde então, nunca mais soubera o que era alegria ou paz.

Durante a leitura muitas questões foi surgindo dentro de mim, todas elas foram relacionadas a origem da maldade humana e confesso que mesmo após finalizar o livro eu não sei afirmar se ela é uma herança, se é resultado do meio em que vivemos ou se é a essência de cada individuo.

Perceberam o poder dessa trama? Ela acaba e você fica meditando sobre tudo que leu, ainda mais com o desfecho capaz de deixar qualquer um sem palavras de tão atormentador que é. Mesmo sendo uma estória perturbadora o livro fluiu que foi uma maravilha, tamanha minha curiosidade para descobrir a verdade, que assim como a mãe da menina eu já sabia qual era, só não queria acreditar.

Se me perguntassem, eu diria que a era em que vivemos é a era da violência. Me parece que todo mundo tem violência na cabeça hoje em dia. E acho que vamos simplesmente continuar por esse caminho até não ter nada mais que estragar. 

Publicado pela primeira vez em 1954, Menina Má vendeu mais de um milhão de exemplares, mesmo o próprio autor considerando que o livro foi escrito sem muito cuidado.
Em 1956 o livro virou o  filme "The Bad Seed", que nos brasileiros, conseguimos traduzir para "A Tara Maldita". Fala Sério!


O longa é  precursor do subgênero das crianças malditas nas telonas. Apesar de do filme manter diálogos idênticos aos do livro o final é diferente, já que na época o minimo que se esperava em um enredo do tipo era um final feliz para as mocinhas, coisa que passa bem longe do final escrito por William March.

Então para essa sexta-feira 13, fica a dica de um livro assustadoramente bom e um filme pioneiro em estrelar uma criança psicopata.


36 comentários:

  1. Li esse livro e amei! É um clássico afinal! Vi muita gente com opiniões divididas.. Mas acredito que ou não curtem tanto o gênero ou não entendem muito bem da patologia em si.
    Como sou da área da saúde eu sempre fico muito curiosa sobre assuntos que entram a mente humana na jogada.. E como sou ex estudante de Direito (futura novamente) os assassinos em série são uma "espécie" à parte que me atrai muito.. Entender suas motivações, traçar perfis e entender se está relacionado a um distúrbio, maldade e afins.. Me deixa completamente louca para saber mais e mais.

    Menina Má não é uma leitura para te por medo ou te surpreender absurdamente.. A meu ver, é uma leitura que te apresenta como surge um assassino em série.. O que se passa na mente daqueles que convivem com pessoas assim.. E achei fantástica essa abordagem desde a infância..

    Fico mega contente em encontrar alguém que curtiu a leitura tanto quanto eu!

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila,acho os livros da DS maravilhosos e com essa edição não é diferente. Porém confesso que tenho medo de ler esse livro é ficar com medo de crianças rs. Por isso ainda não li,apesar de gostar da premissa.
    Bjs,
    Tell me a Book

    ResponderExcluir
  3. Oi Camila, como vai?
    Esse é um dos livros que estão no topo da minha listinha de compras, quero muito conhecer essa obra, não só pelo trabalho gráfico, mas também pela história que parece ser incrível. Amo Thriller de todos os tipos!
    Amei a sua resenha, me deixou ainda mais ansiosa para comprar e ler esse livro lindo.

    Beijos e abraços
    http://vickyalmeida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi
    Então já tinha ouvido falar desse livro mas não sabia do que se tratava, achei legal mas não sei se teria coragem de ler. Os livros da Dark realmente tem uma capa maravilhosa.
    Beijo
    Raquel Machado
    Leitura kriativa
    Http://leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Adorei seu post, caiu bem para uma sexta ferira 13! Ouvi muitos comentários sobre esse livro, mas não li ainda, até tenho interesse, mas não para agora! Dica anotada e parabéns pela resenha!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu também adoro um thriler rs
    Eu li este livro é que a psicopatia já vem desde a tenra idade ou é somente maldade, já que o escritor tinha vários problermas
    Parabéns pela resenha . BJsa

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem? Com certeza será um prato cheio para quem gosta de um terror e dica de filme bom, até porque sua resenha está ótima, no entanto confesso que fujo um pouco dele hahaha Não curto terror/thriller ou qualquer coisa que venha dar medo, e por mais que tenha uma ótima edição e seja lançado pela Darkside, não é algo que leia mesmo. Darei a dica para amigos!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, Camila. Eu sou bem medrosa, mas tenho voltado a ler livros do gênero aos poucos e filmes eu sempre vejo, porque não vejo sozinha hahaha
    Eu morro de vontade de ler esse livro, deve ser uma leitura muito intensa e gostei de ver o que você fala aqui sobre ele, depois de ler eu vou querer assistir ao filme.

    ResponderExcluir
  9. aaah, esse livro é fantástico... o final me deixou emputecida ashauhsuHSUHUAHSUAHSUhAU MAS por justamente fugir do convencional... desde que li não tive tempo pra ver o filme ainda, acredita? bela dica pra uma sexta 13

    bjs :D

    ResponderExcluir
  10. Nossa, ouço falar tao bem desse livro, so nao sei teria coragem de ler, uma menininha fazendo maldade rs mas preciso ler, ainda irei criar coragem, acho a tematica da psicopatia importante pra conhecer melhor a doença.
    Bjos flooooor

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    A Darkside tem o dom de nos chamar pela capa e depois pelo enredo, não é mesmo? Eu já era apaixonada pelos livros antes mesmo de começar a me aventurar pelos trillers justamente por conta das capas. Esse, não dá pra negar, me chamou demais. Parece ser um livro impossível de parar de ler até terminar!
    Adorei a dica e já a estou anotando!
    Abraços

    ResponderExcluir
  12. Oi Camila!
    Eu tenho um nervoso dessa capa com esse olho e a boneca. Apesar de adorar livros que tem terror na trama, acho que não leria o livro dessa garota por agora, filme então ultimamente tenho pavor, mas gostei de saber que a trama é intensa, tem um bom enredo e cheia de reviravoltas além do final surpreendente.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  13. Eu tenho esse livro na estante, mas confesso que estou adiando a leitura dele por algum motivo que não sei lhe dizer qual é. Quando comprei ele lembro que estava muito empolgada para ler, mas com o tempo me desanimei. Sua resenha me deu um gás para ler Menina má. Acho que agora vai.

    Beijos!
    www.manuscritoliterario.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem?

    Eu peguei "Menina Má" assim que lançou, acho essa edição linda, a Darkside capricha no projeto gráfico e esse livro é bem legal. Parabéns pela dica é muito boa!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  15. Olá! Li este livro no começo do ano passado, já não me lembrava muito a respeito dele, mas lendo sua resenha fui me recordando e inclusive fiquei com vontade de o ler novamente, porque vale muito a pena - pela edição e pelo conteúdo. Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Nossa, parece um ótimo livro, e adoro esses que nos perturbam até mesmo depois que o fechamos. Gostei de saber todos os questionamentos que o livro nos suscita, e acredito que seria uma leitura que eu iria gostar.

    ResponderExcluir
  17. Oi Camila.

    Eu tenho muita vontade de ler esse livro, mas infelizmente ainda não tenho ele na minha estante. Eu adorei as informações que você deixou na sua resenha e tenho certeza que é um livro que merece muito ser lido. Vou tentar adquiri-lo logo para matar a curiosidade. Parabéns pela resenha.

    Bjos
    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi, Camila! Eu morro de vontade de ler esse livro, a sua resenha aguçou a minha curiosidade, porque ele parece assustador, mesmo falando de uma garotinha! hahaha
    Gosto de livros que trazem esse tipo de reflexão sobre a natureza humana. Estou muito tentada a colocar essa leitura na frente das outras, faz tempo que quero ler, mas fico sempre adiando...
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  19. Oi.
    Eu também adoro thrillers.
    Esse livro chegou aqui em casa há umas duas semanas e estou bem curiosa para ler. Mas, como se trata de um livro que suscita várias reflexões e assuntos importantes estou esperando o momento certo para iniciar a leitura.
    Espero ler em breve e gostar tanto quanto você.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Oie!

    Já ouvi muitas pessoas falarem super bem dessa obra, quem leu gostou bastante, mas ela não desperta meu interesse, sinto que se eu começar a ler não irei acabar, por isso vou passando a dica a cada resenha que leio, mas acredito que algum dia me rendo e a leio!

    Bjss

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bom?

    Eu já tinha lido esse livro e fiquei bem surpreendida na época. Eu amei, na verdade, e fiquei impressionada, ainda mais, por ter sido escrito lá na década de 50. Apesar de saber que, na verdade, a criação é que faz uma pessoa ser "má", não pude deixar de ficar duvidando disso e perguntando se realmente não existe alguém que simplesmente nasce mal. E sério, fiquei com medo da Rhoda, imaginando o que aconteceu após aquele final. Ainda não vi o filme, mas odiei o nome que deram para ele, rs. Tirando isso, pretendo assistir logo e tirar as minhas próprias conclusões, mas já verei sabendo que mudaram o final (obrigada pelo aviso).

    Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicação, mesmo assim :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  22. Tenho curiosidade em ler essa obra, mas ainda não tive a chance. Até folhei ela uma vez na livraria, mas acabei trazendo outro livro que há tempos eu já queria e que dei sorte de achar na promoção. Toda vez que leio sobre esse livro fico ainda mais curiosa, também amo trillers. Concordo com você quanto as traduções brasileiras para alguns títulos de filme "fala sério!". Quanto ao teor da maldade humana, até mesmo oa psicólogos e psiquiatras divergem muito então normal você não ter chegado a um concenso mais claro. Bexus @entrelivroseexpressos

    ResponderExcluir
  23. Olá!!
    Tenho esse livro aqui já faz um tempinho e ainda não tinha lido..acho que já está na hora de dar uma oportunidade a ele,assim como vc também curto bastante esse gênero mas sempre colocava outro como prioridade,preciso mudar isso logo logo..hahahaha..
    A Darkside da um tiro nessas edições..um mais lindo que o outro!! Não sabia que tinha filme sobre esse livro e já anotei a dica aqui pra assim que terminar a leitura vou logo engatar no filme :)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2018/04/resenha-amanha-eu-paro-gilles.html

    ResponderExcluir
  24. Oi, tudo bem?
    Acredita que essa é uma das poucas capas da DarkSide que eu acho feia? Mesmo se esse fosse um gênero que eu gosto, não teria muito interesse em manter esse livro na estante.
    No entanto, são poucos thrillers que despertam minha curiosidade, especialmente os psicológicos. Não gosto muito de tramas assim, especialmente quando envolvem crianças. Acho que nunca vamos saber se as pessoas nascem más ou se isso é resultado do meio ou de genética e confesso que não gosto de pensar muito no assunto.
    De qualquer forma, adorei sua resenha e fico feliz que tenha gostado da leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  25. Ganhei esse livro e acabei não lendo. Sua resenha me fez querer ler, juro. Adoro quando acontece que você questionar a natureza humana por causa de uma obra e quando li que você sentiu isso, fiquei convencida. Amei a resenha, seu blog é lindo, parabéns!

    http://www.karolgoncalves.com/

    ResponderExcluir
  26. Adoro a darkside books, tenho 21 livros da editora mas esse ai ainda não comprei mas está a lista. Muito bonita a capa.

    ResponderExcluir
  27. Eu tenho esse livro mas ainda não arranjei coragem pra ler, sou meio medrosa. Um dia quero tentar porque acho que deve ser uma baita história.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  28. Oiiii,

    Eu sou daquelas pessoas que passam longe de Thrillers, porque eu me impressiono fácil de mais e aí acabo nem conseguindo dormir dependendo da leitura. Mas desde que a DarkSide lançou Menina Má que tenho curiosidade para conferir a trama e ver como o autor conseguiu elaborar um enredo com uma criança psicopata, já que em geral nos só vendo este quadro em adultos (apesar de eu achar que eles sempre foram assim rs) mas de uma forma geral eu tenho muita vontade de ler este livro, mesmo tendo a certeza de que vou ficar uma semana sem dormir.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  29. Já coloquei e já tirei d alista de leituras esse livro várias vezes mas mesmo depois de tantas resenhas lidas, eu não sabia que o final do filme era diferente do livro e isso despertou minha curiosidade. Adorei os quotes que você compartilhou.
    Beijos

    ResponderExcluir
  30. Oi Camila,
    Pausa dramática... Você não gostou de O Demonologista? :O Eu amei aquele livro, apesar de ter ficado p da vida com o final hahahahahaha. Menina má está na minha estante, e confesso que estou criando coragem para ler ele e tentando criar um espaço na agenda que parece que nunca esvazia hahahahah. Adorei a resenha, e os pontos apontados por você só me deixaram mais curiosa. Mas já respondo de ante mão, eu acredito sim que o ser humano já nasce mau.

    beijokas

    ResponderExcluir
  31. Olá... minha nossa, acho que essa foi a melhor resenha que eu li até hoje sobre esse livro. Eu também sou muito fã de thrillers, não importa a sua classificação, mas confesso que não tenho coragem de ler essa obra, sou muito medrosa para isso... mas ao mesmo tempo tenho muita curiosidade para entrar na mente dessa criança.

    beijos,
    Mayara

    ResponderExcluir
  32. Oi Camila, acho que até hoje eu não li uma resenha tão bem colocada sobre esse livro como a sua, meus sinceros parabens! Como você, sou doida por thrillers não importa a classe... mas esse em questão eu tenho medo de ler pq sou medrosa mesmo e acho que essa história não é pra mim, mesmo eu tendo muita vontade de conhecer mais sobre essa mente doentia dessa garota.

    beijos,
    Mayara

    ResponderExcluir
  33. Ola Camila lindona essa edição é tão linda, mesclada a muitos elogios que leio sobre esse livro, por essas razões ele já está em minha lista de leitura, estou muito curiosa em conhecer essa menina que já carrega a maldade em si desde pequena. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  34. Olá!
    Esse livro nos traz uma reflexão muito forte. Eu acho que todo ser humano nasce com um lado bom e ruim, mas uns tende mais para o lado ruim. Acredito sim que tem crianças que já afloram esse lado desde pequenos. Infelizmente o seu humano é composto por esses lados, cabe a nós tentar doma-lo.
    Amei a sua resenha e saber a sua opinião.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  35. Olá, tudo bom?
    Tenho um pequeno problema com essas tramas envolvendo psicopatia infantil, já que fico sismada com a temática depois. Mas curti muito saber que Rhoda Penmark foi uma personagem bem construída que leva o leitor a se questionar e questionar as situações e ainda assim, terminar o livro sem nenhuma certeza. Mesmo com meu receio, sua resenha me convenceu a dar uma chance ao livro. Espero gostar também!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  36. Oiee tudo bem?
    Amo o livro e o filme. Já faz um bom tempo que o li e na mesma época assisti ao filme mais uma vez.
    É uma obra muito a frente do seu tempo até mesmo pelas questões psicológicas que ela aborda.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse! Este espaço é seu.