FIM - Fernanda Torres

Livro: Fim
Autor (a): Fernanda Torres
Páginas: 203
Editora: Companhia das Letras


O público brasileiro acostumou-se a ver Fernanda Torres no cinema, no teatro ou na televisão. Em filmes premiados, novelas ou séries globais, ela se firmou como uma das mais versáteis atrizes brasileiras, capaz de atuar num arco dramático que vai da comédia escrachada ao denso drama psicológico. Recentemente, Fernanda começou a atuar na imprensa, em colunas do jornal Folha de São Paulo, em colaborações para a revista Piauí e na revista Veja. Com Fim, seu primeiro romance, ela consolida sua transição para o universo das letras e mostra que nesse âmbito é uma artista tão completa quanto no palco ou diante das câmeras. O livro focaliza a história de um grupo de cinco amigos cariocas. Eles rememoram as passagens marcantes de suas vidas: arrependimentos, casamentos, festas, inibições, manias e separações. Álvaro vive sozinho, passa o tempo de médico em médico e não suporta a ex-mulher. Sílvio é um junkie que não larga os excessos de drogas e sexo nem na velhice. Ribeiro é um rato de praia atlético que ganhou uma sobrevida sexual com o viagra. Neto é o careta da turma, marido fiel até os últimos dias. E Ciro, o Don Juan invejado por todos, mas o primeiro a morrer, abatido por um câncer. São figuras muito diferentes, mas que partilham não apenas o fato de estar no extremo da vida, como também a limitação de horizontes.

Algumas pessoas nascem para brilhar e isso não é novidade para ninguém. Eu tenho pra mim que Fernanda Torres é um desses indivíduos. Com dom natural para interpretar, a atriz é conhecida por seu papel de Vani, na série da TV Globo, "Os Normais" e por ser filha da diva, Fernanda Montenegro.

Independente de quem é a mãe ou sobre seu sucesso na dramaturgia, eu pude conhecer uma nova faceta dessa grande atriz, ela é uma exímia escritora.



Quanto a história, hoje vou usar um trechinho da apresentação do livro que está la no site Companhia das Letras, que é quem publicou o primeiro romance da atriz. Confira:

O livro focaliza a história de um grupo de cinco amigos cariocas. Eles rememoram as passagens marcantes de suas vidas: festas, casamentos, separações, manias, inibições, arrependimentos.

Álvaro vive sozinho, passa o tempo de médico em médico e não suporta a ex-mulher. Sílvio é um junkie que não larga os excessos de droga e sexo nem na velhice. Ribeiro é um rato de praia atlético que ganhou sobrevida sexual com o Viagra. Neto é o careta da turma, marido fiel até os últimos dias. E Ciro, o Don Juan invejado por todos - mas o primeiro a morrer, abatido por um câncer.

São figuras muito diferentes, mas que partilham não apenas o fato de estar no extremo da vida, como também a limitação de horizontes. Sucesso na carreira, realização pessoal e serenidade estão fora de questão - ninguém parece ser capaz de colher, no fim das contas, mais do que um inventário de frustrações.
Ao redor deles pairam mulheres neuróticas, amargas, sedutoras, desencanadas, descartadas, conformadas. Paira também um padre em crise com a própria vocação e um séquito de tipos cariocas frutos da arguta capacidade de observação da autora.

Há graça, sexo, sol e praia nas páginas de Fim. Mas elas também são cheias de resignação e cobertas por uma tinta de melancolia.
Humor sem superficialidade, lirismo sem cafonice, complexidade sem afetação, densidade sem chatice: de que mais precisa um romance para dizer a que veio?



Não se assuste com o que vai encontrar nas páginas deste livro, pois ele retrata coisas corriqueiras da década de 60 e 70, bem diferente da nossa realidade hoje, mas que eram costumes e tradições no tempo em que se desenrola os fatos.
Não espere mocinhos, pois aqui não temos isso, pelo contrário. Vemos velhos ranzinzas, desconvalenscentes em seu leito de morte e em seguida somos apresentados a eles na flor da idade, alguns em versões masculinas de dar nos nervos.

O esqueleto do romance é a vida e morte de cinco amigos, cada qual em seu tempo e a sua maneira, mas todas essas trajetórias estão interligadas de alguma forma, resultando em uma trama simples e objetiva. Nada fica em aberto, não existe "mas e" nesse livro, quando chegamos ao ponto final da última página realmente é o fim.

A ambientação é outro show a parte. Mesmo sem conhecer pessoalmente o Rio de Janeiro, tive a sensação de poder andar pelas areias de Copacabana de tão crível que foi essa construção. Os costumes nas noites cariocas dos anos 60, a onda hippie que invadiu o país, o problema que vimos a algum tempo atrás com os bueiros que explodiam... Tudo isso faz parte da narrativa.

A narrativa, por sua vez, é de dar inveja a qualquer um. A técnica que a autora usa proporciona ao leitor uma percepção bem ampla da história.
Ora é narrado em terceira pessoa, nos retrospectos que descreve a boêmia carioca dos personagens, ora em primeira, quando o personagem relata como foi viver a sua morte.

Os personagens são extremamente reais, com todas suas excentricidades, seja na juventude, seja perto do fim, em suas velhices. Eles viveram situações que com toda certeza nossos pais vivenciaram e o fim deles é real ao que muitos de nós mesmos vamos viver.
A amizade descrita entre eles é outro ponto muito genuíno do livro. Vamos testemunhar as alegrias, desavenças, tristezas e o inevitável afastamento que vem com a meia-idade, tão comum em nossas vidas. Afinal, quem nunca se sentiu um estranho perto de um velho "melhor" amigo?

O livro é bem humorado em relatar o quanto os ditos machões podem se desmanchar por uma menina, mas também é dramático ao descrever como pode findar um homem solitário, ou uma mulher abandonada. Uma leitura rápida e despretensiosa, que ganha o leitor pela sua simplicidade e realidade cotidiana.

Se recomendo a leitura? Sem dúvida, mas aconselho que a faça de mente aberta, para não se escandalizar com os antiguados senhores que um dia foram jovem extraviados na sociedade carioca.

32 comentários:

  1. Olá Camila, como vai?
    A Fernanda Montenegro é uma das melhores atrizes que eu conheço, merecia ter ganhado muito mais prêmios durante sua carreira. Não acompanho tanto a carreira da filha como a da mãe, mas, sei que ela também é muito talentosa. Quando fiquei sabendo do lançamento desse livro pensei que fosse outra biografia de atores..rs! E não me interessei em saber mais da história, agora percebo que ela é muito interessante e vou procurar para comprar.

    Amei a sua resenha, espero gostar do livro assim como você.

    Beijos e abraços
    http://vickyalmeida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Parece que a leitura foi ótima.
    Fiquei curiosa com sua empolgação.
    Não acompanho a carreira da atriz. Por escolha, não assisto tv aberta ou programas nacionais.
    Mas já dei esse livro de presente.. Porém não li!

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Camila, eu sou da época que a Fernanda protagonizava "Os normais" e quando soube que ela tinha escrito este livro, corri comprar. Até hoje não li (#vergonha), eu imagino que seja uma leitura divertida, não espero outra coisa da autora. Tua resenha ficou bem escrita e me reacendeu a vontade de ler ele. Obrigada!
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá!! :)

    Eu confesso que nunca tinha ouvido falar deste livro, mas ainda bem que trouxeste a tua opinião na resenha, e que gostaste de fazer esta leitura!!

    Enfim, devo dizer que não e bem o tipo de livro que costumo ler, mas gostei do facto de as personagens serem assim tao excêntricas e reais!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  5. Fernanda Torres é fantásica como atriz, humorista e agora como escritora? Artista nata ela! Fiquei imaginando a história de velhinhos ranzinzas cheia de encantos. Preciso desse livro. AAAAMO histórias sobre amizade e o título é bem sugestivo.
    Obrigada pela resenha
    Bjos floooor

    ResponderExcluir
  6. Oi Cams! Já tinha visto sobre este livro, mas não tinha lido nenhuma resenha. Gosto de histórias retratadas no passado, onde os costumes e estilos de vida, os lugares e as pessoas eram totalmente diferentes do que conhecemos. A trama em volta do final da vida destes cinco homens e de suas recordações parece ser atrativa, pois temos uma ideia de como viveram e do que se arrependeram de não ter vivido. E também temos uma visão das pessoas que passaram por suas vidas e das que ainda estão. Gostei muito da dica!


    Bjoxx – www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Camila.
    Tenho muita vontade de ler esse livro porque sempre vejo críticas positivas.
    O que chama mais atenção é a história se deter na vida de pessoas comuns e cariocas, gosto de saber os costumes cariocas porque sou a apaixonada pelo Rio. Ainda que a história se passe nos anos 60,70, acredito que mesmo assim é possível perceber resquícios daquele tempo agora no presente.
    Minha vontade de ler aumentou depois de sua resenha.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Oie!
    Eu já vi esse livro da Fernanda Torres na livraria, mas sempre tive um pouco de receio de ler, não sei porque. Sua resenha me deixou bastante curiosa e tirou esse receio que eu tinha, me deixou com uma grande vontade de ler o livro dela. Foi bom saber que você gostou tanto do livro e já vou colocar ele na minha wishlist!

    Beijos!
    https://www.manuscritoliterario.com.br

    ResponderExcluir
  9. OI, Camila. Confesso que esse livro não me atraiu no começo, na verdade, até antes de ler a tua resenha eu não estava nem um pouco curiosa para ler. Mas você conseguiu despertar o meu interesse, não que eu tenha ficado ansiosa ou querendo correr para comprar, mas fiquei com aquela vontade de poder conhecer também e espero ter a oportunidade de realizar a leitra.

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Amo os trabalhos da Fernanda Torres, e eu não sabia que ela tinha escrito um livro. Sobre o livro, é bem interessante, essa premissa sobre a vida e morte dos cinco amigos. Sem contar que fala e mostra os modos e costumes da década de 60 e 70. Adorei sua resenha, parabéns!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Eu adoro o trabalho da Fernanda Torres como atriz, mas ainda não conheci sua obra como escritora. Confesso que, infelizmente, esse livro não despertou minha curiosidade. Pelo que percebi da sua resenha, ela escreve realmente muito bem, com sensibilidade e uma grande capacidade de envolver o leitor.
    No entanto, a premissa em si não me atraiu muito. Acho que é algo que foge muito do meu estilo, até pelo período em que a trama é ambientada.
    De qualquer forma, adorei a resenha e fico feliz que tenha gostado da leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Gosto muito da atriz e da sua história pessoal, porém ainda não tive a oportunidade de conhecer a escrita dela. Sua resenha me deixu com esta vontade, ainda mais para ver como ela narra. <3 Sem dúvidas anotei esta dica =D

    Beijos
    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  13. Gente, adorei que a ambientação é nos anos 60/70, nunca li nenhum livro nacional do tipo, e fiquei curiosa para conhecer a história.
    Não tenho muito mimimi com leituras que fogem um pouco do "padrão", então pode ter certeza que vou ler com a mente bem aberta.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Camila tudo bem? Fernanda como atriz nem tem o que falar ela é gloriosa. Não conhecia o livro mas me empolguei quando li sua resenha, adorei saber que relata alguma coisa sobre o Rio, que morro de vontade por conhecer kkk. Parabéns pela resenha dica anotada. Bjs!

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem? Sempre ouvi falar desse livro, mas nunca tinha me dado a chance de lê-lo. Sua resenha está tão maravilhosa que acho que vou me propor a ler. Não conhecia a fundo seu enredo e estou feliz com o que posso encontrar. Dica anotada <3
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi Camila!
    Eu sempre só vejo comentários e críticas positivas sobre esse livro da Fernanda Torres. Acho ela uma atriz (e pessoa) maravilhosa, mas ainda não tive a oportunidade de ler esse seu livro. Tenho muita vontade, pois não conheço alguém que não tenha gostado da sua história e porque quero conhecer a sua escrita. Acho essa capa linda também!
    Adorei a sua resenha - está muito bem escrita!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá, gostei muito da sua resenha. Gosto do trabalho da Fernanda como atriz, e desde o lançamento de FIM, é uma leitura que quero fazer mas a oportunidade ainda não surgiu, acho bacana o lugar e a época da trama.

    ResponderExcluir
  18. Oi Camila, tenho curiosidade em conhecer o trabalho da Fernanda Torres, tão talentosa nos palcos. A capa está linda e delicada e o enredo me chamou atenção, vamos ver se consigo ler.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  19. Sempre tive vontade ler este livro, mas nem o tenho na minha estante. Amei a sua resenha e saber mais sobre ele que é meio que um feedback do que foi vivido e ainda vivido pelos amigos que restam. Trata de temas que realmente são relevantes independente de época.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
  20. Achei bem a cara da Fernanda Torres esse livro. Comprei faz tempo mas ainda não consegui ler, mas comprei só por ela ser a autora, nem sabia do que se tratava. Agora que entendi o título, vida e morte de amigos... Hehe... Bom, vou me preparar pra esses fatos que eram corriqueiros na época... Espero que eu goste da leitura.

    ResponderExcluir
  21. EU AMO ESSE LIVRO!!!
    Li no ano passado e em algumas páginas eu ria muito e em outras eu ficava constrangida pela situações dos personagens. Amei saber que você curtiu também!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Eu não sabia que a Fernanda Torres tinha tantos livros publicados. Achei a premissa bem interessante, principalmente por retratar sobre a época de 60 e 70, como não vivi nessa época, acho interessante conhecer mais de como eram os relacionamentos nesse tempo.
    Parece ser uma leitura bem fluida e bem desenvolvida.
    Me agradaria conhecer se tiver oportunidade!
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  23. Oie!
    Eu ainda não tive a oportunidade de ler o livro, e fiquei interessada na história.
    Gostei dessa indicação, e acredito que vou me surpreender com o que eu vou encontrar nesse livro. Quem sabe eu consiga ler ainda esse ano.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  24. Oi, Camila!
    Já li boas recomendações da escrita de Fernanda Torres, mas nunca uma como essa. Adorei a descrição da história e do cotidiano dos personagens! E é muito legal encontrar outras facetas dessa artista, que pelo visto, além de ser ótima atriz também é uma autora de primeira!
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  25. Olá! Tudo bom?

    Confesso a você que ainda não tinha ouvido falar do livro e pelo o que puder ver agora eu não tenho certeza se leria. Acredito que por não fazer meu gênero de leitura e abordar temas que não me prendem. Porém gostei do fato dos personagens serem "reais", isso é algo que me agrada num livro. Fico feliz que gostou, e por ser uma leitura rápida acredito que as pessoas tenham mais interesse de iniciar a obra. Adorei ler sua opinião sobre o livro ♥

    Um beijo

    ResponderExcluir
  26. Oi!

    Eu acho essa capa muito chamativa e interessante, eu compraria o livro só por ela. Bem, quando lemos algo que não se passa na nossa época, é preciso ter mesmo essa mente aberta para entender a história e tirar as coisas nos quais ela proproe. Eu adorei a sua resenha e fiquei bem curiosa com o livro, ainda mais para ver como esses machões eram desconstruídos haha

    beijos

    ResponderExcluir
  27. Olá,

    Conheço o livro, porém não tive a oportunidade de fazer essa leitura. Já ouvi/li muitos comentários positivos sobre esse livro, espero lê-lo um dia, pois acredito que irei gostar da história, adoro escritas que nos dão uma visão ampliada do que está acontecendo. Acho que irei me sentir incomodada por ser de um tempo diferente do meu e naquela época era muito comum o machismo.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Olá!

    Primeiro parabéns pela resenha. Quanto ao livro, não faz muito meu gênero, mas achei a história interessante. Por hora vou passar a dica, mas volto a ela assim que tiver uma oportunidade.

    beijos

    ResponderExcluir
  29. Olá Camila!
    Eu não conhecia esse livro e fiquei bem empolgada para fazer a leitura. O enredo me agradou muito e fiquei curiosa para saber como foi a vida de cada amigo e o seu fim. Mais surpresa ainda fiquei por saber que um atriz tão renomada, criou um história incrível.
    Amei a sua resenha e já anoitei a sua dica.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  30. Olá Camila, tudo bem?
    Ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, mas estou com ele na lista de futuras leituras. Eu fiquei muito contante por você ter curtido essa leitura e só me preocupo com a história em si que parece retratar demais do cotidiano, sabe? Porque isso pode cansar um pouco. No mais, vou anotar a dica e ver o que acho.
    Beijos

    ResponderExcluir
  31. Oi, tudo bem?
    O livro me pareceu fugir bastante do comum. Nada clichê, e isso é bem legal! Vou coloca-lo na minha lista e com certeza quero poder lê-lo.
    Por enquanto ainda não tive a oportunidade de ler nada da autora, mas espero que ela venha logo. Isso de se passar por volta dos anos 60 pra mim é bem legal.
    Beijos. Versos da Alma

    ResponderExcluir
  32. Eu amei esse livro! Já gostava da Fernanda como atriz, mas não esperava uma estreia tão boa quanto a dela na literatura. Só fiquei decepcionada quando fui no lançamento do segundo romance dela, ela nem olhava para cara das pessoas. Apenas autografava e olhava para câmera na hora da foto. Nem um boa noite, nem nada. Fiquei meio decepcionada :/

    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse! Este espaço é seu.