Fake - Felipe Barenco


Livro: Fake
Autor (a): Felipe Barenco
Páginas: 264


Téo está prestes a completar vinte anos e foi aprovado para o curso de Direito. Não bastasse a euforia em começar a faculdade, ele conhece Davi, um garoto que acabou de chegar ao Rio de Janeiro para ser ator. Os dois se apaixonam, mas como o mundo real costuma ser um pouquinho menos perfeito do que as comédias românticas, quanto mais Téo se aproxima do rapaz, mais descobre que não sabe nada sobre ele.Além disso, o livro fala sobre a descoberta da sexualidade e retrata os dilemas de seu protagonista para se assumir gay dentro de casa. Como contar aos pais? Será que precisa mesmo? Existe um momento certo para contar? Ou será que todos já sabem? São tantas perguntas! Por que se assumir é tão fácil para todo mundo e tão difícil pro Téo?







Vou ter que discordar do site do livro, que diz que o livro é para jovens adultos entre 16 e 24 anos. Ele merece ser lido por todos que gostam de uma boa história de amor, independente da idade.

Esse livro foi a estréia do autor no meio literário, assim como foi a primeira obra que li dentro do gênero, a cerca de dois anos atrás.
A primeira edição foi lançada em 2014 e esse ano tem a segunda saindo do forno, então se ainda não leu o livro essa é a oportunidade. Mas chega de papo e vamos a resenha.



O livro começa um com um divertido prologo,  intitulado Selfie, um "auto-relato" do personagem principal, Téo, que no calor do Rio de Janeiro, vive com seus 19 anos, estreando na vida adulta e lutando contra os tabus de sua sexualidade.

Téo divide seus segredos com sua tia Eleonora e seu melhor amigo Tiago, um rapaz totalmente de bem com sua homossexualidade, que aproveita sempre o melhor da vida e está sempre tentando fazer o amigo se aceitar e viver livre de suas próprias amarras, assim como sua amiga virtual, Fernanda. Uma garota gorda que enfrenta tudo com muita positividade e bom humor.

Nunca vi muito sentido ter que assumir minha sexualidade para as pessoas, como se fosse algo relevante sobre meu caráter.

Com muito esforço, Téo se torna o orgulho da família depois de ser aprovado no vestibular de advocacia e com o lado profissional no ápice da satisfação o nosso protagonista sente que é a hora de encarar sua opção sexual.

Mesmo cheio de medos e insegurança quanto a opinião dos familiares, Téo se aceita e acaba conhecendo o enigmático, charmoso e aspirante a ator, Davi, que de forma doce desperta aquela paixão arrebatadora, que tira o ar e traz borboletas ao estômago do infortunado protagonista.

Desde os primórdios, os relatos dão conta de que indivíduos apaixonados sentem pontadas no peito, frio na barriga, suor nas mãos. Os apaixonados têm urgência em estarem juntos como se o mundo fosse acabar a qualquer momento. 

Davi é um paulista misterioso, da mesma forma que aparece ele some sem deixar rastros, depois volta como se nada tivesse acontecido e cheio das melhores intenções com Téo, que rapidamente é dobrado. E depois de uma destas sumidas o rapaz volta com uma notícia avassaladora, deixando o carioca desconcertado, mas disposto a enfrentar tudo por amor, inclusive uma doença incurável.

Contra tudo e todos o namoro continua e na medida que o amor de Téo cresce os segredos de Davi também. E quando finalmente a desconfiança surge no relacionamento, as crises são inevitáveis.

Sentir ciúmes é como incendiar uma casa para matar um rato.     

Se o amor sobreviverá a tudo isso, é só lendo para saber. Mas vou antecipar que vale a pena cada segundo desta leitura. Um livro onde o autor transcreveu de forma tão sútil e divertida as situações dos personagens muito bem elaborados. Vamos ver em cada acontecimento um amadurecimento por parte do personagem principal e as ilusões em torno do primeiro amor.



 O livro é narrado na primeira pessoa, e o enredo vai além de um relacionamento homossexual. Ele fala sobre a aceitação, sobre família, medos e descobertas na vida sentimental e claro, do primeiro amor. Tudo de forma realista, sem estereótipos. Mais do que um livro sobre opção sexual, Fake tem teatro, livros, amizade, amor (de todos os tipos e formas), arrependimento, perdão, sinceridade, mudanças, conquistas e muitos reencontros.
                           



Os personagens são carismáticos, muito apaixonantes, onde o núcleo principal vive seus medos e amores da melhor forma possível, com características marcantes e reais dentro da vida cotidiana de qualquer leitor. Assim como a trama é perfeita e envolvente, muito plausível para quem já viveu o primeiro amor e conhece todos os desabores de enfrentar o mundo pelo amor eterno.
Sem contar as inúmeras reflexões que o livro me despertou através de suas marcantes frases. Gente são tantos quotes que é impossível introduzir tudo na resenha. 

A escrita é dinâmica, com muitos diálogos, alguns engraçados e outros dramáticos, dando assim leveza e fluidez a leitura. Agora se tem coisa que eu não faço em resenhas é ficar falando de diagramação, porque normalmente seguem um padrão, diferenciando apenas cor de folha e material da capa, mas este livro é diferente, ele merece esse destaque.






A diagramação é um show, com ótimos destaques, como é o caso das frases trocadas pelo celular. Letras de fácil leitura e diferente de muitos livros este tem uma arte na página que antecede e na que finaliza a estória.

Um projeto gráfico que pensou em cada detalhe, desde a numeração de páginas até uma nota sobre um verso de Vinícius de Moraes, usado no decorrer do livro. Assim como a arte da capa dispensa qualquer comentário, você pode conferir e tirar suas próprias conclusões. Simplesmente perfeita e tudo haver com o enredo.





O título escolhido se encaixa perfeitamente ao livro, enquanto não sermos nós mesmos e não paramos de tentar provar ao mundo que não precisamos provar nada, somos um Fake, uma falsificação de nós mesmos. Um NY que eu recomendo muito que LEIAM,  garantindo que você vai amar alguns, odiar outros e rir, rir muito.





29 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Quando vi o título do livro fiquei pensando que era um título meio sem sal, mas após saber sobre o que o livro trata vi que faz sentido, hahaha. Adorei sua resenha e fiquei curiosa pra ler a obra!

    Beijos,
    https://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas pela sua resenha dá para perceber que é um livro bem envolvente! Nunca li livros homo, apenas alguns contos nacionais. Gostei da dica e anotei! Parabéns pela resenha!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi tudo bom?
    O livro parece ser muito bom, adorei sua resenha!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Camila, tudo bem?
    A história do livro é linda. A capa é perfeita.
    O autor aborda outros assuntos além da homossexualidade.
    Sua resenha está ótima clara e objetiva. Bjos.

    ResponderExcluir
  5. Oi Camila,
    Não conhecia o livro, mas fiquei animada.
    Amo literatura nacional e ver esse livro se tornando um dos seus favoritos, me empolga ainda mais.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Camila, tudo bem? Eu não conhecia o livro, mas pela resenha parece ser uma excelente leitura, com temas ótimos temas!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Oi. Como vai?
    Eu não tenho lido muitos livros nacionais, mas gostei do tema abordado. Fiquei curiosa.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  8. Oie
    Que resenha maravilhosa, amei! Imagino que deva ser um livro lindo e fofo, já quero ler. Gostei dos temas abortados no livro e a capa é bem lindinha, acredito que vou adorar também.
    BJos, Bya! 💋

    ResponderExcluir
  9. O livro parece ser bem legal e tocar em assuntos importantes mas livre de esteriótipos. Eu fiquei bem curiosa.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  10. Oiii Camila

    O livro parece ser bem interessante pois val além do básico e aborda vários assuntos. Não sei se é meu tipo de leitura ainda, ando tão desconectada pra qualquer romance (estou numa fase 100% distópica), mas quem sabe futuramente.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  11. Oie, amei o livro, além de ser curtinho é bem fofo e possui uma leitura fascinante, irei colocar na minha lista.
    bjs

    ResponderExcluir
  12. Oi, Camila

    Você acredita que eu nunca li um livro com temática LGBT? Tenho vontade, mas nenhum chama minha atenção, e infelizmente foi o caso desse.
    Desde o lançamento leio boas resenhas a seu respeito, mas não fiquei interessada.
    Mas é impossível não mencionar o tamanho da relevância do livro bem como os temas que ele aborda.
    Adorei essa analogia do nome do livro, realmente tem muita gente Fake por aí.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi Camila,
    Fico feliz que tenha gostado tanto assim do livro ele parece ser bem caprichado realmente. Infelizmente a história em si não me chamou muito atenção sinceramente então dessa vez vou deixar sua dica passar.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    https://leiturakriativa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia o livro, mas a proposta não despertou meu interesse. Já li alguns livros com a temática que não me agradaram.
    A parte gráfica está realmente bacana, e o importante é que você fez uma boa leitura.

    ResponderExcluir
  15. Olá
    Esse livro está na minha lista, todos o que já leram amam a obra e ela faz bem meu estilo de leitura.
    Quero muito conferir.
    Beijuh

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bom?

    Não conhecia a obra ou o autor, mas gostei da premissa. É ótimo ver um livro sobre aceitação e descobertas, mas sem estereótipos! Isso é difícil, então fiquei curiosa sobre como foi a construção dessa narrativa.
    Já fiquei interessada em conhecer os personagens, já que parece - pelo menos pela sua resenha - que foram bem construídos. E com uma narrativa leve e fluida, que consegue misturar a comédia com o drama, nos mostra a qualidade do trabalho do autor. Já coloquei na lista de desejados <3

    Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicação :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  17. Oi Camila! Achei a história muito fofa! Gostei da forma como o autor soube dosar a mistura da descoberta do amor e das novidades da vida adulta com o fato de o protagonista tentar compreender sua sexualidade e também em como a família e o resto da sociedade reagiria a essa revelação, além claro, do fato, será mesmo que tem a necessidade de explicar seu gosto sexual, se isso nada interfere na sua vida como um todo? Fica um questionamento referente e muito pertinente! E o misterioso Davi, que desaparece e aparece como mágico..
    Gostei muito da resenha e vou anotar a dica!
    Bjoxx

    ResponderExcluir
  18. Achei a capa linda, porém se eu não lesse a sua resenha acharia que a história fosse outra coisa. Consegui me atrair pelo enredo e me interessar pelo protagonista. A fica está super anotada *_*

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Que legal saber que uma leitura despretensiosa lhe causou uma ótima impressão, adoro quando os quotes são tantos que ficamos em dúvidas sobre o que trazer para os leitores. Sua resenha me deixou com vontade de conhecer mais desses personagens tão envolventes e cheios de surpresas.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  20. Oi. Dei uma foleada nesse livro há alguns dias, é interessante, mas para o público jovem, principalmente adolescente, quando peguei, estava pensar em fazer um trabalho com ele na educação, mas ainda não me decidi. No geral, sua resenha está fofa e apaixonada, certamente, com suas palavras, quem não leu, vai ler.

    ResponderExcluir
  21. Olá Camila, eu li ele a uns anos atras e lembro que curti bastante a leitura por ter personagens reais e boas reflexões como você comentou *-* Adoreia sua resenha.

    ResponderExcluir
  22. Meu sonho de consumo ler esse livro e tem um tempão hahaha, parece uma história gostosa demais.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  23. Adorei a sua resenha!!
    Eu gosto muito quanto a diagramação do livro tem o cuidado de mostrar por exemplo as mensagens de celular como apareceria na vida real, e complemento que a diagramação vem feita ajuda e muito nas vendas dos livros!
    Parabéns pela resenha.
    Bjs.
    Garotas Devorando Livros

    ResponderExcluir
  24. Nunca li nada sobre casais homossexuais, sempre tive vontade mas nenhum livro me impressionou de tal forma como esse. Sua resenha esta muito bem feita e deixar a pessoa muito curiosa pra saber o final de Téo e Davi. Achei bem interessante também os personagens secundários e suas formas de ser.

    Parabéns pela resenha, ela ficou ótima.

    ResponderExcluir
  25. Olá Camila!!!
    Admito que assim que vi o primeiro quote que você colocou do livro me vi pensando no livro "Simon vs. A Agenda Homo Sapiens", porém percebi pela resenha que o livro não vai por essa trajetória.
    Fiquei bastante intrigada com a narrativa que o livro vem trazendo e que não é muito mesmo, adicionei já na minha lista de leitura.
    Adorei a resenha!!!

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Super me interessei por esse livro, a sua resenha está maravilhosa e me deixou mega curiosa!!!

    ResponderExcluir
  27. Olá!
    Adoro obras com relacionamento homossexual e fiquei muito curiosa para ler esse livro, pois já me senti tocada pelos personagens e também gostei muito do que você disse sobre o livro ir além do relacionamento, sabe? É muito triste quando os autores focam apenas no romance e romance e saber que isso não acontece aqui me dá um fôlego para querer ler.
    Adorei sua resenha e vou anotar a dica, sem dúvidas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  28. Oi Camis,
    Não conhecia o livro ainda, mas achei a capa mega fofa e sua resenha me encantou! Fiquei com uma pulga sobre a doença que meio que já imagino o que seja. Ultimamente tenho lido muitos LGBTs e estou curtindo muito essa variedade, e viva a diversidade. Dica mega anotada.

    Bjs

    ResponderExcluir
  29. Oi, Camila!
    Nunca li nenhum livro LGBT, mas achei a premissa bem legal e uma ótima dica para conhecer o gênero, acho que seria uma leitura que me agradaria por ser um juvenil e trazer uma história mais descontraída. Anotei a lista para conhecer em breve!

    Beijos,

    Rafa - Fascinada por Histórias

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse! Este espaço é seu.